Notícias

É PUBLICADA A 21ª EDIÇÃO DO BOLETIM DE CUNICULTURA

 

Capa Boletim de Cunicultura Mar 2021     Em março de 2021, o Boletim de Cunicultura entra no seu 5º ano de publicação e está no 21º volume. A Coordenadora atual desse projeto, Profa. Priscila Moraes (UFSC) comenta que tudo foi preparado com muito carinho, com o objetivo de disseminar o conhecimento em todas as áreas da Cunicultura. A partir desta edição, o boletim contará com mais três seções e dois colunistas fixos. 

    Nessa edição, foram veiculadas "Notícias” relacionadas ao preço das rações e como os cunicultores têm se posicionado, além de notícia internacional: como a Espanha está mudando a forma de regularizar o abate de coelhos. A atual edição conta também com as novidades da ACBC e um giro nos eventos e cursos que vão ocorrer de forma presencial ou remota. Outras seções do Boletim abordam forrageiras para coelhos, moscas na cunicultura, custo para criar um coelho de companhia, qual o tamanho da cunicultura brasileira, Núcleo Brasileiro de Cunicultura Pet, coluna de “Biosseguridade”, sarna de orelha em coelhos entre outros assuntos atuais e importantes para o setor. Corre lá dar uma olhada.

 

     Para acessar o documento, CLIQUE AQUI. Sua distribuição é online e gratuita, e todas as suas edições estão disponíveis na página da Associação Científica Brasileira de Cunicultura (ACBC). Siga o perfil do Instagram para mais notícias sobre este boletim: @boletimdecunicultura. 

   

 

 

Granja de Coelhos PET faz doação de animais para a Universidade Federal de Lavras - UFLA

 

Doaçao UFLA 1     

     No início de janeiro de 2021, a Granja Casa dos Coelhos e Cia, sediada em Betim-MG, fez a doação de 25 animais de raças PET para a Universidade Federal de Lavras - UFLA. De acordo com a proprietária da Granja, a Cunicultora Nayara Vale, que também compõe a atual Diretoria da ACBC, essa doação consiste numa atividade de cooperação entre o setor produtivo e um centro de pesquisas, na tentativa de estreitar os laços entre quem gera resultados científicos e quem utiliza esses resultados na prática, ou seja, os criadores de coelhos.

     A ACBC incentiva as parcerias entre empresas e instutições de ensino, pesquisa e extensão, pois o que é estudado nas universidades pode gerar resultados aplicáveis à melhoria dos sistemas produtivos, ao bem estar dos animais e à própria qualidade de vida dos coelhos e cunicultores.

 

Associação Científica Americana de Cunicultura anuncia atualização de site

Site AB WRSA        A Associação Científica Americana de Cunicultura (AB-WRSA - American Branch of WRSA) anuncia a atualização de seu site, por meio do endereço https://abwrsa.org/

     De acordo com o Secretário da entidade, Prof. Dr. Luiz Carlos Machado (Ex-presidente da ACBC), os site contém diversas informações sobre Cunicultura nas Américas. Por meio da aba "download/descargar" os usuários podem ter acesso a muitos materiais instrucionais como livros, artigos, cartilhas e outros veículos de informação. Todo o acesso é gratuito e os materiais disponíveis podem ser baixados pelos visitantes.

 

Granja de coelhos Pet dá dicas para cuidar do seu companheiro orelhudo durante as festas de final de ano

Dicas de final de ano festas     As festas de final de ano são tradicionalmente acompanhadas de barulho, seja pelos fogos de artifício, músicas ou mesmo pela conversa das pessoas. Embora esse final de ano seja o mais atípico de todos na história contemporânea, devido à pandemia ainda existente, as proibições de aglomerações de pessoas e mesmo de fogos de artifício em muitos Estados e Municípios brasileiros não são o suficiente para preservar os animais de estimação de situações de elevado estresse, que podem resultar inclusive na morte desses animais.

      Para ajudar a reduzir o estresse dos nossos companheiros orelhudos nesse período, a granja Casa dos Coelhos e Cia (Betim-MG) dá algumas dicas importantes, ilustradas nos quadrinhos acima. A ACBC incentiva toda prática de Bem Estar Animal e salienta que a posse irresponsável ou maus tratos a qualquer espécie animal é crime (Lei Federal 9.605, de 12 de fevereiro de 1998), com previsão de detenção de 3 meses até 5 anos, além de multa e proibição da guarda.  

ÚLTIMA EDIÇÃO ANUAL DO BOLETIM DE CUNICULTURA É PUBLICADA

 

Boletim de Cunicultura 2020 Capa     Na última semana de novembro, foi publicada a 20ª edição do Boletim de Cunicultura, que é a última do ano de 2020. Esta edição está repleta de informações atuais, como a proibição de antibióticos como promotores de crescimento nas rações, Detalhes sobre a Cunicultura Orgânica na França, Manutenção de coelhos como animais de estimação, Controle de roedores, Odontologia em Lagomorfos, entre outros assuntos de extrema importância para a Cunicultura.

     De acordo com a Coordenadora do Boletim, Profa. Priscila de Oliveira Moraes, da UFSC, além de todas as informações citadas acima, ainda foi concedida uma entrevista pelo representante da Federação Sueca de Salto de Coelho, que foi concedida em inglês mas traduzida pela equipe editorial do Boletim de Cunicultura. 

    Na próxima edição do Boletim, cuja publicação é trimestral, algumas novidades serão incorporadas ao material, como a Coluna Especial sobre Biosseguridade em Granjas Cunícolas. O Boletim de Cunicultura tem sua publicação trimestral, com temas focados na cunicultura e áreas afins. Para acessar o documento, CLIQUE AQUI. Sua distribuição é online e gratuita, e todas as suas edições estão disponíveis na página da Associação Científica Brasileira de Cunicultura (ACBC).

     Siga o perfil do Instagram para mais notícias sobre este boletim: @boletimdecunicultura. 

 

 

 

 

DEPUTADO ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL SUGERE A CRIAÇÃO DE UMA CÂMARA SETORIAL DE CUNICULTURA NO ESTADO

     assembleia legislativa RSNo dia 04 de dezembro de 2020, o Deputado Estadual Paparico Bacchi encaminhou ofício à Secretária de Estado da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul (SEAPDR-RS), sugerindo a criação de uma Câmara Setorial de Cunicultura no âmbito da SEAPDR-RS. De acordo com o documento, "a Câmara Setorial poderia contribuir com a ampliação do número de criadores e o consequente aumento de carnes e subprodutos, além de estimular essa importante cadeia produtiva do agronegócio, que representa uma fonte de renda para muitos criadores e suas famílias".

     Além de diversas entidades sugeridas no documento, a ACBC é citada como possível parceira para contribuir com os trabalhos dessa Câmara Setorial de Cunicultura. Isso reforça a importância da entidade no estímulo ao desenvolvimento da cadeia produtiva da Cunicultura, além da geração e divulgação científica da área.  

     Diante do exposto, a ACBC enaltece a atitude do parlamentar proponente da ação e espera com expectativa uma resposta positiva por parte da SEAPDR-RS. Além disso, a ACBC encoraja outros representantes políticos e profissionais a realizarem ações similares em seus Estados e Municípios, no intuito de fortalecer a cadeia produtiva de coelhos como importante ramo do agronegócio, que gera empregos e renda, com produtos de alta qualidade nutricional e preços competitivos.

UTILIZAÇÃO DE MILHO HIDROPÔNICO PARA ALIMENTAÇÃO DE COELHOS

     milho hidropônicoCom a elevação nos preços das rações, muitos cunicultores têm buscado informações diversas sobre outras possibilidades de alimentação dos coelhos utilizando alimentos volumosos (forrageiras ou verdes). Neste sentido, muitos têm procurado nutricionistas de coelhos perguntando sobre o milho hidropônico. Em algumas regiões, o preço deste ingrediente é baixo ou sua produção é facilitada. Esta planta produz grande quantidade de matéria verde em pouco espaço e num curto período de tempo.
     Contudo, sua qualidade nutricional e viabilidade para utilização na cunicultura podem estar mascaradas pela grande massa verde produzida. Segundo o professor Luiz Carlos Machado, do Curso de Zootecnia do IFMG, "o cunicultor deve ter bastante cuidado para compra ou fornecimento deste material". Chama atenção para o fato deste alimento apresentar somente 10 a 16% de matéria seca, ou seja, apresenta basicamente água em sua constituição. Segundo ele, "os coelhos não conseguiriam ingerir alimento suficiente para satisfação de suas necessidades nutricionais, podendo haver um grande desequilíbrio nutricional, favorecendo também a ocorrência de distúrbios intestinais". Neste sentido, a ACBC ainda recomenda certa cautela e chama a atenção de pesquisadores para a necessidade de estudar esse ingrediente para coelhos, no intuito de caracterizar sua identiddade e determinar níveis ótimos de inclusão nas dietas.

CONGRESSO MUNDIAL DE CUNICULTURA ESTÁ RECEBENDO RESUMOS CIENTÍFICOS

 

12 congresso mundial de cunicultura logo

A Associação Científica Mundial de Cunicultura (World Rabbit Science Association - WRSA) informou que está aberto o prazo para envio de resumos científicos até o dia 08 de janeiro de 2021. O site para acesso às normas de submissão e demais detalhes é esse: https://colloque.inrae.fr/wrc2020/Submission

O Comitê Organizador do 12º Congresso Mundial de Cunicultura já havia informado nova data para realização do evento: 23 a 25 de junho de 2021, em Nantes, na França. A prorrogação da data acompanha o que vem ocorrendo com outros eventos científicos de porte similar, devido à pandemia de COVID-19.  A princípio, deverá ser mantida a mesma programação, mas qualquer alteração será comunicada no site oficial do evento (https://colloque.inrae.fr/wrc2020). 

 

Reunião On Line discute "Atualidades na Criação de Coelhos"

 

WhatsApp Image 2020 11 25 at 16.19.28      No dia 20 de novembro de 2020, às 14h, ocorreu a Roda de Conversa sobre "Atualidades na Criação de Coelhos". A programação integrou a EXPOTEC (Exposição Tecnológica), e teve a participação dos professores Leonardo Pascoal, Ana Patrícia, Alexandre Lemos e Maria Lindomárcia, da UFPB, Campus de Bananeiras.

     Com o advento dos eventos remotos, têm sido cada vez mais frequentes as reuniões e palestras sobre Cunicultura e a ACBC avalia com positivismo esse cenário, estimulando a participação dos envolvidos no assunto em toda e qualquer programação relacionada à criação de coelhos, dentro ou fora do Brasil. 

 

ACBC reforça a necessidade de prevenção à Mixomatose em Coelhos

KE Atypical myxomatosis     Mixomatose é uma das enfermidades mais graves que pode acometer os coelhos. É uma doença infectocontagiosa de NOTIFICAÇÃO OBRIGATÓRIA aos Órgãos de Saúde e Zoonoses. É causada pelo vírus myxoma, originário de coelhos selvagens, manifestando sintomas principalmente nas áreas genitais, patas, focinho, olhos e orelhas, formando nódulos subcutâneos gelatinosos em volta das aberturas naturais, conjuntivite bilateral e edema na face, dando à cabeça do animal um aspecto leonino. O diagnóstico é baseado principalmente nos sinais clínicos, mas achados anatomopatológicos contribuem para sua identificação.

     Embora existam vacinas disponíveis em países onde a doença é considerada endêmica, não existe um tratamento específico e a mortalidade é alta e rápida. Sendo assim, o melhor "remédio" é sempre a prevenção. Nesse sentido, a ACBC chama a atenção para as principais formas de preservar seu plantel dessa doença tão implacável:

1- Evite comprar animais de outros Estados ou Países (especialmente Uruguai e Argentina, onde já houve surtos) sem laudo veterinário atestando ausência de mixomatose;

2- Ao adquirir animais de outros plantéis, mantenha-os em quarentena por, no mínimo, 15 dias. Os animais adquiridos de fora precisam ficar em gaiolas separadas e distantes dos demais animais do plantel.

3- Evitar contato de coelhos com qualquer animal silvestre, pois estes podem portar o vírus transmissor da Mixomatose.

4- Preservar as instalações contra insetos e pragas como artrópodes (mosquitos, moscas, pulgas e ácaros), que podem transmitir a doença.

 

     Infelizmente, devido à baixa demanda do mercado nacional, não são fabricadas, importadas ou vendidas vacinas contra Mixomatose para Coelhos no Brasil.

 

Revista Brasileira de Cunicultura publica nova edição e convida autores para enviarem Revisões Bibliográficas

 

RBCA equipe editorial da Revista Brasileira de Cunicultura informa que publicou sua 18ª edição (www.rbc.acbc.org.br). Aproveitamos a oportunidade para convidar os autores científicos para escreverem Revisões Bibliográficas dentro dos seguintes temas:

- Alternativas para amenizar o estresse calórico em coelhos
- Uso de suplementos volumosos na alimentação de coelhos
- Uso de alimentos funcionais para coelhos
- Técnicas de curtimento de pele de coelhos
- Enriquecimento ambiental e bem estar de coelhos para corte

Para a publicação destes temas, não haverá taxas. Maiores informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Associação Espanhola de Cunicultura promove Web-Conferência sobre comercialização e consumo da carne de coelho

Webi ASESCU

A Associação Espanhola de Cunicultura (ASESCU) promoverá  o primeiro WebiAsescu, uma Conferência Digital sobre Comercialização da carne de coelho e novas tendências de consumo" (programação na figura acima). O Evento ocorrerá no dia 11 de novembro (quarta-feira), das 18h30 às 20h00 na Espanha (14h30 às 16h00, no Brasil) e será o primeiro de 3 que serão realizados ainda em 2020. De acordo com o Presidente da ASESCU, Prof. Dr. Juan José Pascual (Juanjo), estão convidados a participar do evento todos os interessados no assunto. Para assistir a Conferência, é necessário realizar a inscrição por meio deste FORMULÁRIO. Após seu preenchimento, o link de acesso será enviado por e-mail. Para mais informações sobre as ações da Associação Espanhola de Cunicultura, basta acessar o site https://asescu.com

ACBC participa da criação do Núcleo Brasileiro de Cunicultura Pet

Núcleo Brasileiro de Cunicultura PET LogoApós o sucesso do Curso de Venda e Pós-Venda de Coelhos para Companhia, realizado pela ACBC entre os meses de julho e agosto de 2020, os participantes do evento se articularam em reuniões periódicas e criaram o Núcleo Brasileiro de Cunicultura PET, uma entidade sem fins lucrativos composta por cunicultores, professores/pesquisadores, zootecnistas, médico-veterinários, estudantes e outros interessados na atividade de cunicultura pet. 

O Núcleo Brasileiro de Cunicultura Pet buscará unir forças em prol da atividade, a qual já represnta um importante setor do agronegócio brasileiro, com destaque para o desenvolvimento econômico e social bem como para promoção do bem-estar de humanos e animais. O Núcleo terá como objetivo principal trabalhar em prol da cunicultura para que alguns problemas sejam minimizados, bem como para maior valorização dos coelhos e do trabalho dos profissionais que atuam diretamente com esses animais.

Para acessar o site da entidade, basta clicar no link: https://www.cuniculturabrasil.com/  

Criadores de Mini Coelhos de RS, RJ e MG realizam encontro com roda de conversa em Itatiaia-RJ

Encontro de Criadores ItatiaiaNo dia 03/11/2020 (terça-feira), Criadores de Mini Coelhos de diferentes Estados (RS, RJ e MG) realizaram um encontro com roda de perguntas e respostas em Itatiaia-RJ. Participaram do evento os Cunicultores: Noelia (Sr. e Sra. Coelho), Flávio (Cabanha Coelho Bonito), Luiz e Lucia (Lulu Mini Coelhos), Liliane (Coelhos Cantão), Fernanda e Sérgio (Lilica Mini Coelhos). Respondendo às perguntas dos criadores, estava a Médica Veterinária especialista em coelhos e também criadora, Dra. Natalia Queiroz (Granja Dos Pés). Para acessar a conversa, clique no link: https://www.youtube.com/watch?v=IbX6WXuPyBI